Como reconhecer uma boa ideia de app?

Soraya Lopes | | mercados e necessidades

Pense na coisa que mais gosta de fazer nas horas vagas, ou o que mais te incomoda na vida, ou ainda algo que falta para resolver parte dos problemas do seu dia-a-dia! É isso aí que seria uma boa ideia!

Sério, vai dizer que o Facebook não te ajuda a gastar tempo com o que gosta nas horas vagas, ou que Google não possa te ajude com quase tudo na vida?

Bons apps nasceram assim! E muitos se tornaram bastante lucrativos, como o Easy Taxi.

Mas é claro que além de uma boa ideia é necessário um bom layout, uma boa navegação, um desenvolvimento sem erros e boa performance. Isso porque, apesar de um grande quebra galho, o que qualquer usuário busca é agilidade e conforto. E quer coisa pior que spinners (aquela rodinha que mostra que está carregando) intermináveis ou não conseguir terminar de fazer algo que realmente precisa ser feita agora porque sempre aparece um erro chato?

Então, quando tiver uma super ideia, pense também em tudo que o app precisaria para ser bom. E se a ideia for boa mesmo (e a proposta é fazer bem feito), por favor, faça!