5 dicas para usar Marketing de conteúdo para divulgar seu app

Soraya Lopes | | tive uma ideia

Nunca se falou tanto em Inbound Marketing (ou Marketing de atração) como agora. Apesar de ser um conceito, na prática a diferença entre este tipo do tradicional é basicamente que ao contrário de oferecer ofertas e serviços, o Inbound tem como objetivo ganhar interesse das pessoas para seu negócio.

Para dar certo é preciso ter três variáveis bem estudadas e trabalhadas: Lugar, Tempo e Conteúdo. Isto porque, se o conteúdo é interessante e adequado, disponível no momento e no local certos, o público se relaciona melhor com a informação e interagem mais com seu negócio.

O processo do Marketing de atração conta com cinco fases: Atração (de tráfego), Conversão (visitantes em leads), Fechamento (venda), Fidelização (com aumento de margem) e Divulgação (o cliente vira ser porta-voz).

Para facilitar o uso do Inbound Marketing para divulgar seu app, podemos listar as seguintes dicas:

  1. Planeje seu conteúdo alinhado à sua proposta de valor: Além de fortalecer sua presença nas ferramentas de busca, pode tornar sua empresa referência no assunto;
  2. Alcance seu usuário onde ele está: Conheça seu usuário e sua fonte de pesquisa e consumo de conteúdos. Redes Sociais, Blog e assinatura por e-mail são bons meios para transformar visitantes eventuais em leitores e consumidores;
  3. Resolva o problema do usuário: Seja por meio de conteúdo, materiais adicionais ou dicas, seja com funcionalidades aderentes às necessidades do mercado;
  4. Monitore a conversão: Entenda como os cliques estão se transformando em usuários e consumidores. Prever se o atendimento via conteúdo e serviço está adequado ou evidente é fundamental para aumentar sua taxa de sucesso;
  5. Favoreça o engajamento: Permita que o usuário compartilhe, avalie, opine e possa não apenas ser seu fã, mas principalmente seu multiplicador.

Apesar de ser um modelo novo de pensar e fazer Marketing, o Inbound Marketing se torna bastante aderente para aplicativos mobile por ser baseado em ganhar interesse de seus usuários e não comprá-los.

Usuários de aplicativos móveis são, em geral, decisores de seu próprio consumo de apps. São deles o poder de busca, download e avaliação nas lojas (Play Store e App Store, por exemplo) que são seus únicos canais de venda. Ou seja, não adianta muito palavras de ordem e verbos e ação para este público.

Neste cenário, a melhor estratégia é não ser invasivo, ser mais seletivo na hora de impactar com sua mensagem e ser útil. O ideal é atingir pessoas que estão mesmo interessadas na sua mensagem ou solução, ou melhor falando: sua proposta de valor.

Teve uma ideia de app e quer formatá-la ou validá-la? Acesse AQUI e veja como podemos te ajudar.