5 dicas para ter mais velocidade no seu projeto de app

Soraya Lopes | | tive uma ideia

A agilidade de seu projeto não depende só de metodologias, ferramentes ou filosofias. Definições, regras e conhecimento de limitações técnicas ou de conhecimento da equipe também contam muito.

Por conta disso, separamos cinco dicas para se livrar de enrascadas, atrasos e mais gastos no seu projeto. Porque, afinal de contas, tempo sempre é dinheiro!

 

  • Escolha linguagens, plug-ins e frameworks que sua equipe domine! Além de garantir caminhar em um território conhecido (o que pode trazer mais confiança, segurança e menos surpresas), uma outra vantagem é a aior facilidade para dar manutenção no sistema depois de pronto.
  • Evite mudanças de escopo no meio do caminho! Retrabalho, replanejamento e mudanças podem não só fazer perder tempo e dinheiros, como também, diminuir a motivação de todos os envolvidos.
  • Não queira fazer uma interface muito louca! Lembre-se sempre que menos é mais. Em alguns casos, muitas horas da equipe precisam ser dedicadas à interface só porque o design foi muito inventivo. Acredite, são poucos os casos que isto vale a pena.
  • Facilite o processo e confie no usuário! Se tiver muitas regras de negócio para evitar que seu usuário não faça besteira, nossa sugestão é que volte para a prancheta. Fazer um sistema democrático abre muito caminho para equívocos e criação de muitos pontos de validação. Pode apostar que isto pode deixar seu projeto mais lento e seu prazo mais longo.
  • Priorize funcionalidades-chave e o que possa ser finalizado mais facilmente! Manter um ritmo de entregas pode ajudar não apenas a motivar os envolvidos (equipe porque as coisas estão andando, e cliente por sua ansiedade compreensível), mas também à maior previsibilidade de ações, uma vez que se dá mais tempo para pensar em soluções ideais para características mais complexas.

 

Para iniciar uma Startup  é essencial que o investimento de tempo e dinheiro seja rigoroso e saber decidir os principais pontos do negócio e características funcionais,  antes de iniciar o projeto, é o caminho mais fácil, mesmo que pareça levar muito tempo para analisar e maior dedicação de energia inicial.

É importante ter em mente que em muitos casos algumas decisões pré-projeto, definições de criação e burocracia para o usuário podem comprometer datas, investimentos e até mesmo qualidade do produto final.